sexta-feira, março 24, 2017

O individualismo humano

 Em um mundo onde é cada um por si, e todos por nenhum sobreviver é uma tarefa árdua. As vezes me perguntou o que leva uma pessoa ao suicídio, sabendo que há uma atuação espiritual do mal que coloca isso na cabeça dá pessoa, fico pensando em seus problemas, apesar dos meus serem difíceis de se resolver, sempre tento me colocar no lugar de outras pessoas... Não conseguir andar, não conseguir enxergar, não conseguir falar nem ouvir, deve ser muito doloroso. Ou então está em coma e não saber onde está, não saber se vai acordar, muitas vezes doenças que trazem um sofrimento muito grande para uma pessoa e ela já não consegue mais aguentar tanto sofrimento.

 Acredito que cada problema é um problema, não vejo nenhum problema maior ou menor do que o outro, se traz algum tipo de sofrimento independente do que seja deve ser priorizado, cada um com sua cruz, com seu fardo pesado. Isso me faz lembrar de uma senhora que conheci na defensoria pública do meu município. Ela chorava muito, chega que soluçava... Estava querendo falar com um advogado que estava em uma audiência, que era o mesmo que o meu, então perguntei por que ela estava chorando, e ela disse que não conseguia soltar o marido que estava preso fazia um ano. Disse que ele tinha furtado uma residência, e estuprado uma moça, que estava sendo muito difícil para ele responder em liberdade.

 Então tentei conversar e aliviar um pouco a dor que ela estava sentindo, mesmo no meu íntimo achando que ele era um criminoso e que deveria ficar preso, me coloquei no lugar daquela mãe, que a pesar de idosa ainda se preocupava com o filho adulto. Senti até um pouco de inveja, confesso. Já vi tantas mães atrás de filhos na cadeia, chorando por que estavam sendo presos, ou por está envolvidos no tráfico. Já cheguei a duvidar se a minha mãe me amava, ou se me amou alguma vez na vida. Essas mulheres são exemplos de mães de verdade, que mesmo o filho sendo o próprio diabo o amor permanece, o amor de mãe, o cuidado, a preocupação. Eu não poderia olhar para o meu umbigo naquele momento, nem julgar a situação daquela mulher com um filho bandido. Mais crime é crime não é mesmo? Se cometeu deve pagar.

 Já vi muitas pessoas que se dizem evangélicas serem a favor dá pena de morte, já eu não... Eu sou a favor dá prisão perpétua independente do crime que tenha cometido. Como eu poderia ser uma mulher de Deus e ser a favor dá morte de um ser humano? Sendo que só Deus tem o poder de tirar a vida? Seria justo? Nunca vi violência ser combatida com violência. Mais também nunca vi ninguém morrer por nada... Sempre tem algum motivo! Todos nós somos seres humanos e quando temos alguma raiva saímos do controle. Ou vai dizer que você nunca teve vontade de matar uma pessoa num momento de raiva?

 Como eu já havia falado, sempre fui uma pessoa muito vingativa. Se alguém fazia algo de ruim comigo eu teria que dar um jeito de dá o troco, eu era meia psicopata, confesso! Mais quem nunca foi que atire a primeira pedra, na hora do desespero tudo é válido para uma pessoa que não tem Deus. Sempre brigava na escola com outras meninas, as vezes até com meninos, mais nunca cheguei a ser expulsa, era ameaçada pela coordenadora dá escola, ficava fazendo tarefa trancada na sala de aula na hora do recreio. Mais talvez isso seja assunto para outro post, é muito difícil falar dá minha infância pois eu o menos a tive, foi só sofrimento.

 Sonho com um mundo igualitário, onde não exista tantas guerras e descordias, principalmente entre homens e mulheres. Se cada um se preocupasse com o seu próximo e pudesse ajudar de alguma forma, independente de raça, sexo, religião ou ideologia, já seria uma grande coisa. Não falo de nada materializado, mais sim do respeito a situação em que aquela pessoa viva, um pequeno gesto faz uma grande diferença, uma palavra, um ombro amigo. É por que não extender a mão ao necessitado? Vejo tantas pessoas doando tudo que tem a igrejas, a pastores e bispos, e por que não ajudar quem realmente precisa? O problema do pobre é achar que ficando mais pobre terá todos os seus problemas resolvidos. O maior erro do brasileiro é dá ouvidos a tudo que falam por aí. Não estou só falando dos crentelhos alienados que fazem separação de pessoas, pois tais crentes acreditam em cobra falante, jumento falante, baleia que devolve gente inteira, etc. Mas se falam que o macaco e o homem tem um ancestral em comum, é a coisa mais absurda e alucinante do mundo... Tudo que vem dá boca de pessoas que se dizem "profetas" eles acreditam. Quando achamos que vamos evoluir sempre vem uma decepção, e a desigualdade social vem cada dia mais tomando conta do mundo.

 Querido leitor, entenda. A luta contra a desigualdade em suas diversas áreas, não é plantar discórdia entre homens e mulheres. Não é questão de ser de esquerda ou direita. É sobre respeito. É sobre dar crédito e apoio a maioria que sofre, no caso as minorias e os pobres, principalmente às mulheres. Não é desmerecendo a minoria, as outras vítimas, é nos unir e ir contra uma cultura que não nos dá voz, e contra governos que não tomam sérias medias contra essas coisas. São vocês homens que dão um maior peso à nossa luta, pois quem assim o faz, tem, no mínimo, empatia pela história das mulheres. O engraçado disso tudo é que não mostraram que se o João for pobre, ele terá que vender bala ou água mineral debaixo do sol quente para pagar a escola dá filha? Não mostraram que o João terá que desde pequeno aprender que limpar fossa, carregar entulho, virar laje é coisa de menino? Não mostraram que o João provavelmente não conhecerá ou perderá cedo demais o seu pai, tendo assim deficiência em uma referência masculina?
Não mostraram que o João começará a trabalhar 5 anos mais cedo que a Maria e se aposentará 5 anos mais tarde? Mas pra isso não é necessário eu vestir minha futura filha com a mesma roupa que o meu filho, ou vice versa. Essa ideia do quartinho rosa e azul ser alvo de crítica já é altamente contraditória. Pois quero que minha filha tenha o seu espaço e seja valorizada como qualquer outra pessoa, mesmo tendo seu quartinho rosa, pois não é necessário eu tornar minha filha um ser assexuado ou "neutro" de gênero e espere ela decidir o que quer ser! Tais condutas de igualdade e equidade se conquista com instrução e conscientização de que somos iguais, onde o respeito ao próximo é a essência do viver. E eu vou criar minha futura filha como uma princesinha sim, mas daquelas princesas que terá o seu reinado!

 Julgou a causa do aflito e do necessitado? Então lhe sucedeu bem; Porventura não é isto conhecer-me? Diz o Senhor. Mas os teus olhos e o teu coração não atentam senão para a tua avareza, e para derramar sangue inocente, e para praticar a opressão, e a violência. (Jeremias 22:16-17)

 Da mesma forma o Espírito nos ajuda em nossa fraqueza, pois não sabemos como orar, mas o próprio Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis. E aquele que sonda os corações conhece a intenção do Espírito, porque o Espírito intercede pelos santos de acordo com a vontade de Deus. (Romanos 8:26-27)

 E eu pedirei ao Pai, e ele dará a vocês outro Conselheiro para estar com vocês para sempre. (João 14:16)

Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu darei descanso a vocês. (Mateus 11:28)

 Lancem sobre ele toda a sua ansiedade, porque ele tem cuidado de vocês. (1 Pedro 5:7)

quinta-feira, março 23, 2017

Água faz bem

 Faz aproximadamente um ano que estou tomando dois litros de água todos os dias. Lembro como se fosse hoje do primeiro dia, que foi o mais difícil, pra falar a verdade, consegui tomar os dois litros de água por dia, a cada gole que eu dava eu ia ao banheiro fazer xixi. É muito difícil adquirir um novo hábito, eu queria muito ficar com uma pele mais bonita, o cabelo mais bonito, ficar hidratada e com lábios de ceda. As vezes acordava tarde, olhava para aquela garrafa pet e me dava logo vontade de vomitar! Eu tinha certeza que não conseguiria passar de uma semana, aguentando beber tanta água, mais comecei me acostumar com a ideia, se vai me fazer bem, com certeza vai valer o sacrifício, e eu coloquei isso dentro de mim.

 Antes de adquirir esse novo hábito, só tomava um copo de água por dia... Nunca fui de beber muita água e nem de sentir muita sede, as vezes sentia uma dorzinha no pé dá barriga e me vinha logo o medo de ser pedra nos rins. Foi daí então que comecei a beber água pra valer, apesar de ir muitas vezes ao banheiro eu consegui vencer esse grande desafio. Imagina só uma pessoa que não tomava nada de água? Minha pele nunca foi tão ruim, mas também não era uma pele tão bonita. No máximo, usava água mineral com vinagre de maçã orgânico, para limpar a pele. Colocava num borrifador e passava no rosto antes de dormir... Cremes e hidratantes? Só quando lembrava. Acredite se quiser, isso mudou. Não sei o que aconteceu, mas após decidir beber água, me senti mais encorajada a cuidar melhor dá minha pele e dá minha saúde, e com o passar dos dias, em uma semana pude ver os resultados. Minha pele ficou mais limpa, mais hidratada e as manchas de acne que eu tinha sumiram quase todas, até a oleosidade deu uma melhorada.

 Sempre vejo dicas de beleza na internet, também leio sobre saúde, maquiagem e moda. Confesso que sou seguidora dessas Youtubers. Apesar de correr e fazer caminhada quatro horas por dia, também bebo um montão de água. Já cheguei a procurar loucamente por uma garrafa de dois litros e meio, fui numa loja que vendia utensílios domésticos e perguntei se tinha uma garrafa bonitinha de dois litros, ou um copo de dois litros, o vendedor olhou para mim e riu, e disse que dois litros só tinha jarra, nunca esqueci desse mico... Mais consegui achar um copo de um litro lindo, numa loja chamada Imaginarium, faço coleção de vários copos e canecas super fofas.

 Graças a Deus hoje consigo beber mais de dois litros de água por dia. Percebi que consigo manter o meu peso, o que é maravilhoso, morro de medo de engordar e perder minhas calças, não saio dos 58 kg, é tão bom ser magra e manter a forma, ser fitness é tudo de bom.

 Beber água é necessário para uma boa saúde, mas dentro de alguns limites, já vi médicos dizer que algumas pessoas precisam tomar mais de dois litros de água por dia. Acho que devemos beber em torno de dois litros, ou dois litros e meio de água por dia, se beber uns 10 litros vai acabar causando problemas de saúde, já teve vezes que pensei que estava me afogando, o desespero era tanto para beber os dois litros em menos de 24 horas que já cheguei até a beber dois litros de água de uma vez só. Lógico que está hidratando. Além de ajudar a emagrecer, quanto mais água nós bebemos mais vezes iremos ao banheiro, é isso é terrível. A água além de fazer o papel de hidratar, ajuda a desintoxicar o organismo. Percebi também que a urina fica quase transparente, diferente de quando eu não tomava água, que ela ficava bem amarelada.

 Não só beber água é importante, mais manter uma boa alimentação, equilibrada, rica em frutas e verduras. Aí já se torna mais difícil não é mesmo? Sendo que eu não consigo resistir a uma coxinha, uma empada, uma pizza, um vatapá, ou um creme de galinha... E tantas outras coisas calóricas. Quando se fala em comida boa eu não dispenso nada. Ser fitness pode até ser legal, mais ser feliz é mil vezes melhor.

 Não continue a beber somente água; tome também um pouco de vinho, por causa do seu estômago e das suas frequentes enfermidades. (1 Timóteo 5:23)

 Amado, oro para que você tenha boa saúde e tudo corra bem, assim como vai bem a sua alma. (3 João 1:2)

quarta-feira, março 22, 2017

Violência de todos os lados

 É muito difícil se colocar no lugar de uma pessoa que sofre algum tipo de violência ou abuso. Como falei sofro alguns tipos de violência dá minha família desde a infância. Algumas coisas passaram, outras ficaram, nunca consegui entender por que minha relação com a minha mãe nunca mudou, sendo que com meu pai as coisas hoje fluem bem... As vezes penso que vivo um relacionamento bom com ele por que ele não mora mais comigo, e se caso ele não tivesse ido embora? Talvez as coisas fossem piores para o meu lado... Pra falar a verdade uso esse blog mais para desabafar, não falo muitos detalhes sobre a minha vida por que não quero me expor muito, gosto de falar por cima, falar o que penso e como me sinto.

 Nunca consegui entender o porque de tanto ódio contra a minha pessoa, minha mãe sempre significou o mundo para mim. Quando meu pai chegava bêbado em casa era eu quem a defendia, já cheguei até livra-lá dá morte uma vez... Muitas vezes deitei a cabeça no travesseiro e me perguntava o por quê dela ser desse jeito. Sempre preocupada com as coisas dá escola, com dores de cabeça, com magoa de coisas do passado, com ódio, desejo de vingança, colocando sempre os outros de fora em primeiro lugar, e pisando na cabeça das pessoas de casa, sendo que eu sou o alvo principal de seus ataques de fúrias constantes. Talvez não seja culpa minha, pois todo esse ódio que ela sente por mim nunca teve razão de existir, ou melhor nasceu do espírito imundo que ela permitiu ocupar no seu coração. Passei anos dá minha vida fazendo correntes na igreja, acordava cedo, e passava o dia todo na igreja fazendo correntes e propósitos pela paz de espírito dela, e principalmente pela libertação dá minha família. Consegui levar a minha irmã três vezes, ela gostou mais ficou meio com pé atrás... Minha mãe sempre fazia promessas de que um dia iria, mais nunca foi, pelo contrário, me criticava pela minha fé, e dizia que nem um cristão valia nada. Eu não entendo como uma pessoa não consegue se tocar dá vida que leva, principalmente sendo mãe de duas filhas e separada. Talvez seja a ruindade mesmo que seja muito grande... As vezes a pessoa é tão ruim, que anda lerda e encurvada, de tantos demônios que habitam no corpo dela. Anda de madrugada para um lado e para o outro, manifestada 24 horas, mais não se toca.

 Antes de nascer de Deus, procurei um centro de candomblé que tinha perto do colégio que estudava quando criança. Antes de mais nada não participei de nenhum ritual religioso, só fui mesmo para conhecer a religião e conversar com as pessoas, lembro que era no mês de fevereiro, e nesse mês nenhum centro espírita abre para trabalhos religiosos... Conversei com uma filha de santo, sobre a minha situação familiar, que temia existir algum trabalho feito para destruir minha família, falei de tudo que passava, e ela ouvir, tinha aproximadamente minha idade. E ela falou que sofria com o mesmo problema que eu, que seus pais a expulsaram de casa, que a mãe dela nunca gostou dela, e que só encontrou paz quando conheceu aquela religião... Daí então ela foi me explicando como funcionava a religião, e eu fui fazendo cara de que estava achando tudo muito lindo e interessante, só que o que vinha na minha mente preconceituosa era "isso não é de Deus". Foi só ela falar que eu tinha que raspar a cabeça para o orixá nascer que eu peguei o beco. Sem falar do café que ela me deu que me fez mal. Desde esse dia passei uma semana com a consciência pesada de ter ido naquele lugar, foi aí então que conheci o trabalho dá igreja que eu congregava.

 Eu não conheci a Deus... Era leiga na fé, achava que Deus estava em todos os lugares e queria que a minha mãe mudasse. Quando conhecemos a Deus tudo dentro dá gente se transforma, eu sempre me preocupei muito com o que Deus achava ao meu respeito. Eu ajoelhava e pedia que ele se mostrasse para mim, queria ter uma família feliz e viver apenas para ele. Já tive tantos sonhos... Já sonhei em dedicar minha vida inteira para obra de Deus, casar com um pastor e me mudar para outro estado ou país, sacrificar a minha vida para Deus e para as pessoas sofridas. Mais foi aí então que eu entendi que não era do meu jeito, e sim do jeito de Deus... Aconteceram tantas coisas nesse tempo, fui escorraçada por pessoas que eu nunca imaginei que iriam me abandonar, já me encontrei diversas vezes sem saber o que fazer... Sem saber para onde ir, sem obter respostas de Deus quando eu mais precisei. Mais Deus nunca me desamparo, sempre aparece uma luz no fim do túnel, uma solução para que eu consiga suportar mais um pouco.

 Eu posso não entender agora o por que dá minha família não ter nascido de Deus ainda, depois de tantos sacrifícios, de tantos gestos de amor e compreensão, de tantas orações e propósitos, parece que cada dia eles se tornam piores. As vezes tenho a impressão que vivo num mundo onde todos morreram e eu sobrevivi, como se eu estivesse naquele seriado The Walking Dead, com um monte de mortos vivos... Onde não existe amor, onde não existe compaixão, onde não exista pessoas boas. A gente só consegue olhar para os lados e ver pessoas jogando pedras, apontando o dedo, e fazendo pouco dá sua situação, talvez eu esteja cansada de lutar, talvez o fardo seja muito pesado, talvez eu tenha orado pouco e o diabo esteja trabalhando com mais força. E ainda tem gente que diz que o diabo não existe, se isso não é diabo é o que?

 Já cheguei a pensar que eu era a única mulher a passar por isso, mais não... A moça do terreiro de candomblé também sofreu, ou sofre né? Não sei... Com o mesmo problema. Já encontrei meninas em grupos que passam pela mesma situação. Não existe coisa pior do que o abandono, sendo que as pessoas entendem que abandono é quando alguém vai embora, só que não é só isso... O pior abandono é aquele onde as pessoas dá sua própria casa lhe ignoram, fazem de conta que você não existe, que você não é nada. Isso é o que mais dói. Ser tratada como lixo, como algo insignificante.

 Mesmo passando por isso não deixo de acordar feliz, dá bom dia ao espírito santo, entregar minha vida a Deus e sorrir. Acredito que sorrir é o melhor remédio, não vou murmurar pela minha situação, a pesar de está fazendo isso agora. É por que as vezes vem uma vontade enorme de botar tudo para fora o que está dentro do nosso coração. Eu tenho fé caro leitor, fé que vou ser feliz de verdade, que vou casar, constituir uma família, que vou conseguir ganhar a vida e a alma dos meus familiares para Deus, e se eu não conseguir Deus vai providenciar pra mim.

 Porque é louvável que, por motivo de sua consciência para com Deus, alguém suporte aflições sofrendo injustamente. Pois que vantagem há em suportar açoites recebidos por terem cometido o mal? Mas, se vocês suportam o sofrimento por terem feito o bem, isso é louvável diante de Deus. Para isso vocês foram chamados, pois também Cristo sofreu no lugar de vocês, deixando exemplo, para que sigam os seus passos. "Ele não cometeu pecado algum, e nenhum engano foi encontrado em sua boca." Quando insultado, não revidava; quando sofria, não fazia ameaças, mas entregava-se àquele que julga com justiça. Ele mesmo levou em seu corpo os nossos pecados sobre o madeiro, a fim de que morrêssemos para os pecados e vivêssemos para a justiça; por suas feridas vocês foram curados. (1 Pedro 2:19-24)

 Considero que os nossos sofrimentos atuais não podem ser comparados com a glória que em nós será revelada.(Romanos 8:18)

terça-feira, março 21, 2017

Lute por seus direitos

 Preciso admitir que sou uma pessoa que gosta de brigar... Há brigo mesmo! Movo céus e montanhas para ter o que é de "direito" meu. Não sou de fazer alardes, ou um grande escândalo, há não ser quando seja algo muito grave. Vivemos em tempos de muitas injustiças, principalmente sociais. As pessoas não querem reconhecer que existam outros tipos de classes sociais, acham um absurdo defender pessoas que são diferentes em alguns aspectos, ou seja tudo que é diferente das outras pessoas deve ser exterminado. Eu luto pelo fim dá desigualdade e dá injustiça, acredito que toda situação deve ser vista e resolvida dá melhor forma. Acredito que o Brasil seja o pior país para se viver, mais não sei se eu conseguiria viver em outro país que não fosse o meu. Antigamente eu não me importava muito com política, votava nos candidatos que a minha mãe mandava... É impressionante como nem esse direito eu tinha, o meu voto iria para os candidatos imundos dá minha mãe, para ela poder subir de cargo e ganhar mais... Ela me ameaçava todos os anos, não fazia nada por mim e ainda queria roubar meu voto! Na verdade na verdade, as pessoas sempre se deleitam com os pobres ignorantes que não entendem nada dá vida.

 Foi tão bom aprender sobre política, aprendi desde cedo que todo político é corrupto, que eu poderia votar em qualquer um, que tudo daria no mesmo, então para manter os interesses dá minha família, eu sempre votava nos candidatos deles... Olha só como eu estava enganada! Não existe coisa pior do que a ingratidão e a covardia, infelizmente eu vim de uma família covarde, que não tem coragem de assumir os seus erros, todos são culpados, e eles sempre são vítimas.

 Nunca fui de levar desaforo para casa, as pessoas tem os seus problemas pessoais e querem descontar nos outros de fora. Eu graças a Deus nunca sofri desse "mal" quando estou cheia de problemas, guardo tudo para mim e não saio por aí disparando ódio gratuito e culpando os outros pelos meus problemas. E não é culpa dos encostos não, a culpa é dá pessoa mesmo, que não sabe se segurar e manter a linha. As vezes não conseguimos olhar para o nosso próximo, as pessoas só sabem mesmo olhar para os seus próprios umbigos, o problema delas sempre são os mais graves, a pessoa é formada a anos numa determinada área, mais não quer ir atrás de emprego, por que não quer acordar cedo. O pior é julgar o problema do próximo, apontar os defeitos, e dizer que está errada, mais não olha para a própria situação vergonhosa.

 Faz aproximadamente dois meses que fui numa loja comprar sapatos, em cada prateleira tinha um par com diversos números e modelos, um de baixo do outro. Como estava tudo organizado perguntei a vendedora super arrogante e com a cara muito feia, se tinha o número 39, que no caso é o meu número. Eu não queria jogar tudo no chão e bagunçar tudo que ela tinha organizado para procurar... Então ela foi puxando os sapatos que eu tinha escolhido na maior má vontade, e sempre os que estavam na parte de cima. Entre os seis pares que escolhi, ela pegou duas caixas, e disse que o restante não tinha o meu número. Achei muito estranho! Pois cada par de sapatos o número maior fica sempre em baixo... Eu sei que ela não queria puxar os sapatos que estavam embaixo que não queria desorganizar o que ela tinha arrumado, ou seja, ela preferia que estivesse tudo organizo, um em baixo do outro, do que vender... Então eu joguei tudo no chão e peguei os pares de sapatos que eu queria, e ela ficou de costas arrumando outras prateleiras, mais prestando atenção no que eu estava fazendo, levei ao caixa, paguei e fui embora.

 Não é de hoje que chego em um estabelecimento e sou mal tratada, não só eu, mais a maioria das pessoas, que são obrigadas a se submeter ao mal humor dos outros. As pessoas trabalham com preguiça por que acham que ganham pouco, elas acreditam que estão fazendo um favor a todo mundo, sendo que elas​ estão sendo pagas para exercer aquela ocupação... Vejamos como está a situação dá saúde pública no nosso país, muitos pacientes são humilhados por médicos, você chega para se consultar e o medico diz que não tem mais jeito, que o melhor a fazer é esperar a morte. Quantas vezes eu já não vi pessoas sendo maltratadas por médicos e ficarem caladas... Ao em vez de levar o caso a ouvidoria do hospital e processar o médico, o problema sempre é o mesmo, o dinheiro! O médico trabalha mal por que diz ser mal pago, a recepcionista atende mal por que diz que é mal paga, as pessoas não querem processar por que não tem dinheiro para pagar um advogado... Eu nunca vi profissionais mais exigentes, do que esses dá área dá saúde, quanto mais ganha, mais quer e eu já falei sobre isso em outro post desse blog.

 O mal do brasileiro é achar que todo mundo deve pagar por suas desgraças, para eles tanto faz ser tratado bem ou mal. Só fazem reclamar e não tomam nenhuma atitude... Nunca correm atrás dos seus direitos como cidadãos, acham que o país nunca vai mudar, e por isso mesmo nunca muda. Se cada um fizesse a sua parte poderíamos progredir de alguma forma, mais não... Só conseguem pensam em desgraça e coisa ruim. Aceitam tudo de cabeça baixa achando que estão errados por serem pobres e não terem condições financeiras.

 Muitos falam que a ansiedade é o mal do século, mais eu prefiro dizer que a preguiça é o mal do século... Que está enraizada no ser humano, que só quer saber de se encostar e esperar seus problemas serem resolvidos, ao invés de buscar e lutar por eles.

 Eu só peço a Deus paciência! Respiro fundo, conto de um até três, e pronto. Não vou tomar iniciativas precipitadas sabendo que vou me prejudicar depois, prefiro mil vezes acordar cedo e pegar a fila dá defensoria pública, do que ficar de braços cruzados sem fazer nada. A mesma coisa é um trabalho! É por isso que existe Cine, e todo trabalho é digno... Mais muita gente torce o nariz por pensar que é coisa de pobre... Pra você ver como são as coisas, nem o pobre se aceita, tem vergonha até dá própria condição de vida.

 Pois ouvimos que alguns de vocês estão ociosos; não trabalham, mas andam se intrometendo na vida alheia. A tais pessoas ordenamos e exortamos no Senhor Jesus Cristo que trabalhem tranquilamente e comam o seu próprio pão. (2 Tessalonicenses 3:11-12)
       
 Até quando você vai ficar deitado, preguiçoso? Quando se levantará de seu sono? Tirando uma soneca, cochilando um pouco, cruzando um pouco os braços para descansar, a sua pobreza o surpreenderá como um assaltante, e a sua necessidade sobrevirá como um homem armado sobre você. (Provérbios 6:9-11)

 As mãos preguiçosas empobrecem o homem, porém as mãos diligentes lhe trazem riqueza. Aquele que faz a colheita no verão é filho sensato, mas aquele que dorme durante a ceifa é filho que causa vergonha. (Provérbios 10:4-5)

 Não ame o sono, senão você acabará ficando pobre; fique desperto, e terá alimento de sobra. (Provérbios 20:13)

 Nunca falte a vocês o zelo, sejam fervorosos no espírito, sirvam ao Senhor. (Romanos 12:11)