logo

3 de março de 2017

Uma família exemplar

 A algum tempo atrás tinha feito um comentário numa matéria falando sobre pais que maltratavam os filhos, e que não estavam preparados para a maternidade e mesmo assim queriam a qualquer custo gerar uma vida! E como eu nasci de uma família desestruturada, tenho toda propriedade para falar do assunto... Creio que é muito difícil uma mulher que sofreu a vida toda na pobreza, na miséria, sendo maltratada pelos pais ser uma boa mãe! Me pergunto nesse exato momento se isso tem alguma coisa a ver com o fato dela constituir família no futuro, se o seu passado pode influenciar na criação dá criança... Eu por exemplo não tenho um exemplo de pai e mãe, mais nem por isso futuramente se caso eu vier a ter filhos vou maltratar, tentar matar, deixar faltar tudo para ele... Devo fazer com os meus filhos as mesmas coisas que a minha mãe e o meu pai fizeram comigo?

 Fui pesquisar sobre o que é ser uma mãe e um pai de verdade, e achei muitas coisas que não condizem com a nossa realidade, ou melhor com a realidade do nosso país, então resumindo os textos que li, a maioria deles diziam que ser bons pais é fazer tudo para que o filho cresça feliz... Ensinar, educar, dar amor e carinho e etc... Mais para mim além disso, ser mãe e pai não é só parir um filho, acredito que filhos são uma consequência de um grande amor entre um casal, que planejam e tem toda estrutura para cuidar de uma criança... Tanto a mãe quanto o pai tem a responsabilidade de educar e dar toda assistência aquele filho, até que ele tenha capacidade para se manter e se cuidar, e principalmente ter um futuro... Para mim um pai e uma mãe de verdade devem cuidar dos filhos até que eles constituam suas respectivas famílias, até eles criarem asas para voar e ter condições firmes para se sustentar.

 Ter filhos qualquer um tem, parir qualquer um pari... Eu quero ver mesmo é ter responsabilidade! Não importa se é adotivo, até por que adotar e parir é bem dizer a mesma coisa, tudo tem que planejar... O importante é o que eu vou fazer por aquela pessoa, o ser humano que eu vou construir para o futuro do meu país, pois família são aquelas pessoas que te amam, que te acolhem e que te dá a mão quando você mais precisa... Esse negócio de sangue, de biólogico é tudo palhaçada!!! Não importa o seu DNA, o seu sangue, o que importa é o que fizeram por você, as pessoas que te estenderão a mão sem cobrar nada em troca, mãe e pai é mais do que ciência, mãe e pai é família, aceitação, sacrifício, amor incondicional até o fim dá vida.

 Se um dia Deus me permitir ser mãe, e o meu futuro marido e eu tivermos condições, com certeza o meu filho vai ter tudo que eu não tive, primeiramente vou ensinar a ele que Deus é a coisa mais importante que existe nas nossas vidas, que devemos priorizar nossa aliança e o nosso relacionamento com Deus, para depois dar valor a nossa família. Por isso eu nunca namorei até hoje, foi por que nunca encontrei homens com propósito de constituir família... Namorar, noivar e casar é importante e essencial para todo ser humano, inclusive para mim que sonho com isso desde criança, acredito que não existe ninguém feliz sozinho... Vou seguir a minha fé até o fim, afinal de contas eu reconheço o meu valor e acredito nas minhas convicções e continuarei com elas doa a quem doer, e esperarei o tempo que for necessário para encontrar o grande amor dá minha vida, sei que no final Deus vai me honrar, e todo o sacrifício vai ter valido a pena.

 Beijinhos e fiquem na fé! 🙂